segunda-feira, 9 de junho de 2014

A importância da espuma na cerveja e no chopp


Entre as características únicas à cerveja, a mais notável talvez seja o colarinho. Por aqui, muitos acham que ele não é importante e que até ocupa um espaço onde poderia estar o líquido. Na verdade, o colarinho tem funções respeitáveis e pode ser crucial para uma degustação.

Para começar, vale dizer que a espuma formada no alto do copo é uma reação causada pela aderência do dióxido de carbono às proteínas do líquido, provenientes do malte de cereal. Ela costuma ser branca e cremosa, mas isso pode variar de acordo com o estilo da cerveja. As feitas de trigo, por exemplo, têm o colarinho com cor creme e forma semelhante a ondas.

Embora exista variação de forma e coloração entre os colarinhos, as funções para cada um deles geralmente são as mesmas. As “coroas” são responsáveis por controlar a saída de gás da cerveja, facilitar a captação dos aromas pelo olfato humano e manter a temperatura do líquido, já que a espuma dificulta o contato com o ar.

Fonte: Sociedade da cerveja

0 comentários:

Postar um comentário