segunda-feira, 16 de junho de 2014

Conheça as funções do lúpulo na cerveja


Sem a presença do lúpulo (Humulus lupulus), não seria errado dizer que todas as cervejas teriam o mesmo gosto. Isso porque ele é o protagonista quando a questão é o sabor da bebida. De acordo com o livro “Vamos falar de cerveja – Um guia completo” (Editora Marco Zero), de Melissa Cole, o lúpulo funciona como o sal e os temperos na comida e por isso precisa ser escolhido e colocado de maneira certa pra trazer realce à cerveja.

E são diversos tipos que ficam à disposição do mestre cervejeiro escolher. Os lúpulos podem ter aromas gramíneos, florais, frutados e terrosos, dependendo da forma como ele é usado (sozinho ou combinado com outros lúpulos). A autora Melissa Cole explica que essa fonte de sabor vem de uma glândula resinosa chamada lupulina. É ela a responsável por trazer os ácidos alfa e beta, que proporcionam amargor à cerveja e ajudam a preservar o líquido, por possuírem propriedades antibacterianas.

Fonte: Sociedade da cerveja 
Imagem: Agência Pronúncia/Holzweg Cervejaria

0 comentários:

Postar um comentário